English | Português

Login de Utilizador

Esqueceu a senha?

Nosso Banco adere a colecta de receitas aduaneiras via JUE

Nosso Banco adere a colecta de receitas aduaneiras via JUE

22 setembro 2016

14457432_1787015081586533_7124770412382854242_n.jpg

Desde 22 de Setembro que as Alfândegas de Moçambique passaram a contar com mais um banco comercial para intermediação da colecta dos direitos aduaneiros e outras imposições através da plataforma da Janela Única Eletrónica (JUE).

O acto de assinatura do acordo que foi presidido pela Presidente da AT, Amélia Nakhare, contou com a participação de representantes do NOSSO BANCO, Membros do Conselho Superior Tributário, representantes da MCNet, empresa que operacionaliza o sistema de JUE entre outros convidados.

O Acordo, assinado pela Presidente da AT e pelo Administrador Delegado do NOSSO BANCO, vai contribuir a semelhança de outros bancos comercias participantes da JUE, para que através da sua rede de serviços, haja maior redução da burocracia, o tempo e os custos associados ao pagamento do imposto, bem como conferir uma maior transparência e controlo do fluxo das receitas do Estado. À luz do acordo entre as partes, o banco deverá proceder à canalização da receita para a Conta Única do Tesouro, num prazo de 48 horas.
Falando após a assinatura do acordo, a presidente da AT, Amélia Nakhare afirmou que é na esteira do plano estratégico que a AT celebrou com o NOSSO BANCO, o acordo de intermediação da cobrança de Receitas Fiscais e Aduaneiras, que cria condições necessárias para a plena operacionalização da bancarização do imposto que a Autoridade Tributária está a implementar na cobrança de imposto internos e sobre o comércio externo.      14344830_1787015084919866_4936825480985469438_n.jpg 

14344827_1787015044919870_5367065299317926277_n.jpg      Por seu turno, o Administrador Delegado do NOSSO BANCO, Mussa Tembe, disse que ao aderir ao sistema electrónico de cobrança de impostos, a instituição que ele representa, pretende contribuir para o crescimento da economia do nosso país. “Este acordo de adesão a Janela Única Electrónica vai permitir que os nossos clientes, ligados ao comércio externo, passem a beneficiar das vantagens do sistema, sendo de destacar as facilidades em relação ao pagamento de impostos e a celeridade no processo de desembaraço aduaneiro de mercadorias”, afirmou o Administrador Delegado.

14364864_1787015068253201_784960643061810790_n.jpg     14368732_1787015064919868_7462110576567969499_n.jpg



Save