English | Português

Login de Utilizador

Esqueceu a senha?

Millenium Bim integra a JUE

Millenium Bim integra a JUE

18 maio 2012

À semelhança do FNB, Banco Único, Moza Banco e BCI, o Millenium BIM acaba de aderir ao sistema da Janela Única Electrónica (JUE), através da assinatura do acordo de adesão com a Autoridade Tributária.

O acordo tem por objectivo dar seguimento às políticas definidas pelas autoridades moçambicanas no âmbito da modernização, simplificação e aumento da eficiência no processo de tramitação aduaneira que envolve os agentes económicos no cumprimento dos seus deveres junto da Autoridade Tributária de Moçambique.

Segundo Rosário Fernandes, Presidente da Autoridade Tributária “não importa aqui a quota do mercado bancário detida por cada banco comercial mas sim a capacidade de gestão de rácios prudenciais que viabilizem a transmissão em tempo útil, não sujeita à penalização por excessiva imobilização das poupanças públicas à conta única do tesouro, decorrente da arrecadação fiscal e aduaneira”.

Rosário Fernandes disse ainda na assinatura do memorando que o Millenium BIM é o quinto Banco que celebra o acordo de adesão, tal que muitos aspectos de “interconectividade e interdisciplinaridade poderão ser consagrados em protocolos especiais e suplementares, sempre que necessário”.

Millenium Bim integra a JUE    Millenium Bim integra a JUE

Por seu turno, Manuel Marecos Duarte, Presidente da Comissão Executiva (PCE) do Millenium BIM enfatizou que “os clientes empresariais ligados ao Comércio Externo poderão a partir de agora e mais facilmente, liquidar os seus direitos e deveres alfandegários através dos canais bancários do Millenium BIM, no âmbito do projecto JUE”.

Por outro lado, Duarte destacou ainda que “é com grande satisfação que anunciamos que graças à solução técnica do BIM, as empresas moçambicanas ligadas ao comércio externo já podem pagar as suas taxas e direitos aduaneiros sem sequer saírem do seu escritório”.

Millenium Bim integra a JUE  Millenium Bim integra a JUE

Refira-se que esta cooperação vai permitir às empresas nacionais ligadas ao comércio externo, pagar as suas taxas e direitos aduaneiros em Maputo, Beira e Nacala e dentro das capacidades tecnológicas do Banco, os pagamentos podem ser feitos nos cerca de 150 balcões presentes em todo o país e ainda através dos canais automáticos do Millenium BIM-Internet, ATM, Linha Millenium BIM, entre outras.