English | Português

Login de Utilizador

Esqueceu a senha?

JUE participa na 50ª edição da FACIM

JUE participa na 50ª edição da FACIM

31 agosto 2014

No âmbito da 50ª edição da FACIM 2014 que decorreu na última semana de Agosto do ano corrente em Marracuene – Ricatla, o sistema Janela Única Electrónica – JUE para desembaraço electrónico de mercadorias pelas Alfândegas, esteve representado no stand da Autoridade Tributária (AT) e em simultâneo por via da empresa concessionária, responsável pelo desenho implementação e operacionalização do sistema, MCNet S.A, no seu terceiro ano de operação.

IMG_4298-(1).JPG     IMG_4323.JPG

Com efeito, a presença dupla da JUE na 50ª Edição da feira, permitiu uma maior visibilidade e noção dos objectivos das reformas levadas a cabo pelo Estado em parceria com o sector privado pelos visitantes.

O stand da concessionária, concebido para um atendimento personalizado aos visitantes através da sua vasta equipe de suporte e comunicação, registou nos sete dias de exposição, um número considerável de investidores estrangeiros curiosos em relação as facilidades trazidas pela JUE, suas vantagens e ganhos alcançadas desde o inicio da JUE para ambiente de negócios no Pais.

Assim, com base nos vários meios (brochuras, panfletos, cartazes e vídeos e spots), os dois stands veiculavam informação relacionada com as várias fases de implementação do sistema moderno de desembaraço no concernente a:
  • Locais de cobertura do sistema em todos pais;
  • Infra-estrutura implantadas;
  • Módulos e funcionalidades operacionalizados;
  • Impacto do uso da plataforma no comércio externo;
  • Acções de responsabilidade social;
  • Procedimentos relevantes para uso eficiente da JUE;
Na mesma senda, AT promoveu a participação da JUE em um seminário organizado pelo IPEX  no recinto da FACIM com os temas : “Benefícios fiscais para a Industria Mineira e Petrolífera, E - Tributação e JUE” ,  que contou com a participação dos expositores nacionais e estrangeiros e académicos do ensino superior. 

No decurso do seminário onde foi feita a apresentação do estágio de desenvolvimento da JUE por Manuel Wetela, funcionário das Alfandegas, deu a conhecer a audiência que 90 por cento das funcionalidades do sistema já se encontram em regime obrigatório, enquanto os restantes 10 por cento estão pendentes e se relacionam com, controlo cambial, importações, ministérios, agências de controlo, importação de combustíveis.

Wetela, acrescentou ainda que para o presente ano prevê-se a expansão da JUE com vista a incorporar a gestão electrónica dos benefícios fiscais geridos pelo do CPI - Centro do Promoção de Investimentos, e do GAZEDA – Gabinete das Zonas Económicas de Desenvolvimento Acelerado; o registo electrónico de viaturas.

IMG_8017.JPG